TURIM VACILA NO FIM E GIGANTE ARRANCA UM EMPATE

CARLOS EDUARDO 18 de setembro de 2016 48
TURIM VACILA NO FIM E GIGANTE ARRANCA UM EMPATE

Emenike, abriu o placar para a equipe da casa e foi a estrela do jogo.

Com o final da competição chegando ao fim algumas equipes ficam sem pelo que brigar, como é o caso de Turim e Gigante, sem chances de acesso e rebaixamento as duas equipes fizeram um jogo interessante para as futuras competições, sem poder contar com algumas peças contratadas depois do fechamento da janela de transferência, e algumas perdidas por causa de negociações, Turim e Gigante empataram em um jogo onde a superioridade do time visitante não os rendeu a vitoria.

O primeiro tempo foi morno, com uma superioridade visível da equipe mandante que mesmo sento superior na posse de bola e em chutes ao gol, não conseguiu transformar esses números em gols, mas no segundo tempo o jogo ficou mais movimentado, apagado na partida Destro deu lugar a Callum Wilson, no intervalo, visando à jogada de velocidade e aproveitar o cansaço dos marcadores do Gigante, e deu certo, aos 54 minutos, depois de tanto insistir a equipe do Turim consegue inaugurar o placar com Emenike, a equipe do Gigante parecia um pouco perdida.

No entanto aos 72 minutos as coisas começaram a mudar, ambos os técnicos gastaram todas as suas substituições, no Turim entraram Villaba e Iheanacho no lugar de Halilovic e Emenike, e na equipe do Gigante, o técnico Diogo gastou as três substituições de uma vez, colocando Hernanes no lugar de Totti, Kokorin no lugar de Alcácer e N’Zogbia no lugar de Bakkali.

Com a entrada de sangue novo a partida ficou mais movimentada, com ambas as equipes atacando mais e criando oportunidades, no entanto a superioridade do Turim era visível, mas aos 85 minutos, a zaga do Turim tentou afastar a bola, mas ela resvalou em De Jong e sobrou pra ele mesmo, achar Kokorin na entrada da área, que antes tinha sido desarmado por Rugani e ficou caído, Kokorin só teve o trabalho de tirar do goleiro Neto e empatar a partida, mas as emoções não paravam ai, aos 89 minutos Iheanacho limpou a zaga do Gigante e em um chute diagonal acertou a trave do goleirão Akinfeev. Depois disso foi só a equipe do Gigante segurar a bola e esperar o final da partida.

 

MELHOR NA PARTIDA: EMENIKE- NOTA 7,0

 

CARTÃO AMARELO:      TURIM – NÃO HOUVE.

 

GIGANTE  – NÃO HOUVE.

 

GOLS:   TURIM – EMENIKE.

 

GIGANTE – KOKORIN.

 

ESTATISTICA

TURIM          x           GIGANTE

1 GOLS 1

55 % POSSE DE BOLA 45 %

11 (6) CHUTES (A GOL) 4 (1)

27 INTERCEPTAÇÕES 21

4 DESARME 8

1 DEFESA 4

48 Comments »

Leave A Response »